Alimentação variada é um dos segredos de uma vida saudável



A saúde é uma das maiores riquezas do ser humano, é sinônimo de vida. Por isso, é importante cultivar hábitos que ajudem a mantê-la, para que fiquemos longe dos problemas que possam afetar ou limitar o funcionamento do organismo e o desempenho de nossas atividades. Um dos segredos de uma vida saudável está relacionado a uma alimentação de qualidade, equilibrada e adequada à idade de cada pessoa, pois ela tem relação direta com o fortalecimento da imunidade do organismo, ou seja, com a saúde e o bem-estar.

Sabemos que a alimentação tem sido uma preocupação constante na rotina das pessoas, que visam um estilo de vida mais equilibrado, que desejam perder peso, melhorar a saúde ou, simplesmente, satisfazer uma necessidade fisiológica básica.

Mas, o que é comer bem? A resposta para essa questão é: manter uma dieta balanceada em nutrientes, que garantam a correta funcionabilidade do organismo e que possam garantir longevidade ao ser humano, sem promover o sobrepeso. Entre os tipos de alimentos que contribuem para a perfeita estabilidade do corpo podemos destacar:

Probióticos: beneficiam o organismo porque atuam sobre o equilíbrio bacteriano intestinal, controlando o colesterol, os quadros de diarréias, além ajudar a reduzir o risco de câncer. Ao serem ingeridos, vão para o intestino e ali se integram à flora já existente, sem se fixarem, mas auxiliando no trabalho de absorção de nutrientes, tais como cálcio, ferro, vitaminas do complexo B, além de facilitar na digestão da lactose. É importante que a ingestão desses alimentos seja diária e constante, para que o organismo tenha quantidade significativa, pois os microorganismos necessitam atravessar todos os órgãos gastrointestinais em número considerável para desempenhar suas funções e manter uma espécie de ritual de ingestão diária para que os efeitos benéficos no trato intestinal ocorram.

Vitaminas e Minerais: as vitaminas A, C, E, o ácido fólico e os minerais zinco e selênio ajudam a fortalecer o sistema imunológico. O zinco colabora para a diminuição de resfriados, gripes e outras doenças comuns do inverno. Por isso, é fundamental o consumo de abacate, abacaxi, ameixa, abóbora, acelga, alface, agrião, arroz integral, soja, aveia, dentre outros alimentos, ricos desse nutriente.

Fibras alimentares: são importantes porque mantêm o intestino regulado e também desempenham um papel vital na ativação do sistema imune, evitando doenças como câncer de intestino, hipercolesterolemia, hipertrigliceridemia, entre outros.

Peixes: Salmão e Sardinha contêm ômega 3, que ajuda na diminuição do risco cardiovascular.

Aveia e cereais integrais: O consumo desses alimentos auxilia na diminuição do colesterol LDL, que é nocivo ao organismo.